Conmebol quer jogos da Libertadores 灣 21:30 e contraria a Globo

Por rodrigomattos.blogosfera.uol.com.br Publicada em 24/12/2017 灣 10:33:24 e atualizada em 24/12/2017 灣 11:12:28
Foto: Reprodu鈬o

A Conmebol tem a intenção de antecipar o horário do último jogo da noite da Libertadores, passando de 21h50 para 21h30. Esse projeto faz parte da reformulação do campeonato para a edição de 2019 quando a entidade assumirá mais poder na competição. A Globo, que participará da concorrência dos direitos, já foi comunicada e analisaria como isso a afetaria.

A concorrência de direitos de televisão da Libertadores tem previsão de estar pronta até fevereiro. É organizada pela empresas IMG/Perform que ganharam o direito de ser a agência oficial da Conmebol.

Entre as condições, a Conmebol pretende tomar para si prerrogativas que antes estavam nas mãos das televisões. Entre eles, está a organização da tabela da competição.

Atualmente, após o sorteio, há uma reunião entre a confederação sul-americana e as redes de televisões para definir os horários dos jogos. Isso ocorreu nesta quinta-feira com encontro entre dirigentes da Conmebol, Globo e Fox Sports. Até 2015, a Globo tinha a prerrogativa por contrato de que os jogos fossem após às 21h50 com escolha de duas partidas.

O projeto que está sendo traçado pela Conmebol prevê formato bem diferente: a tabela seria feita unicamente pela entidade, sem interferência das televisões. Depois, a confederação repassaria quais os dias e jogos escolhidos para se encaixar nos pacotes que foram comprados pelas emissoras.

Ao antecipar o horário dos jogos das quartas-feiras, a Conmebol pretende atender os torcedores brasileiros. Há a consciência de que o horário das 21h50 é bem tarde e portanto atrapalha a volta do torcedor para casa depois. A intenção é ter três horários fixos de jogos.

A Globo já foi comunicada pela confederação sul-americana e, obviamente, não ficou satisfeita com a ideia. Continuará a haver conversas entre as partes, assim como a Conmebol tem falado com todas as televisões que participarão da concorrência. Resta saber se a Conmebol manterá sua intenção de tomar o poder sobre a tabela e antecipar jogos como sinalizou até agora, o que hoje tem aval do presidente Alejandro Dominguez.