Suspeito de integrar grupo de extermnio e cometer mais de 100 homicdios preso em MG

Por R疆io It疸iaia Publicada em 12/06/2018 灣 00:01:20 e atualizada em 12/06/2018 灣 00:06:02
Foto: Reprodu鈬o

A Polícia Civil apresentou na manhã desta segunda-feira Josenildo Alves da Silva, de 28 anos, suspeitos de fazer parte de um grupo de extermínio e assassinar 109 pessoas. Os crimes teriam sido cometidos no Rio Grande do Norte, mas o homem foi preso em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, onde estava foragido.

O grupo homicida atua na cidade de Ceará-Mirim, que tem cerca de 78 mil habitantes. Conforme a investigação, em um ano o bando teria cometido 121 homicídios. O bando se apresentava como justiceiro, e as vítimas seriam criminosos da região. Oito integrantes foram identificados, sendo que dois ainda são procurados e seis foram presos.

Ao perceber que cerco policial se fechava contra ele no Rio Grande do Norte, Josenildo fugiu para o Bairro Santa Cruz, em Betim, onde trabalhava como vendedor.