Araxá

Suspeito de se passar pelo vice-prefeito de Araxá para aplicar golpes é detido pela Polícia

Foto: Polícia Civil/Divulgação

Um homem foi detido nesta terça-feira (12) em Araxá por suspeita de se passar pelo atual vice-prefeito, Mauro Chaves, para aplicar golpes. Mandado de busca e apreensão foram cumpridos pela Polícia Civil em dois endereços relacionados ao suspeito, de 42 anos.

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito foi detido, prestou depoimento e foi liberado. Na casa dele, no Bairro Pão de Açúcar, foram apreendidos diversos documentos de identidade falsos, algumas Carteiras Nacional de Habilitação (CNHs), R$ 9.600 em dinheiro e, pelo menos, R$ 50 mil em cheques.

Também foram apreendidos o telefone celular supostamente utilizado para a aplicação dos golpes, que será periciado.

O vice-prefeito, por meio da assessoria, informou como agiu ao saber que era vítima de um criminoso.

 

"A partir daí eu fiz uma ocorrência policial, anunciei no Facebook esse fato, a Polícia Civil investigou essa linha e chegou até o aparelho que estava sendo usado por essa pessoa. A princípio eu fui vítima por essa pessoa fazer uso da minha imagem".

O golpe

 

De acordo com o delegado da Polícia Civil, Thiago Cruz, o homem é suspeito de cometer vários golpes. Um deles, foi a criação de um perfil falso nas redes sociais onde o criminoso utilizava fotos e dados do vice-prefeito Mauro Chaves.

 

“A investigação se iniciou pela delegacia de furtos e roubos de Araxá. A vítima procurou os investigadores e noticiou o fato de que uma pessoa estaria usando a foto dele, em um perfil falso no Facebook, para aliciar mulheres e oferecer vagas na Prefeitura Municipal. O vice-prefeito, inclusive, é um investigador da polícia aposentado", explicou.

 

Conforme Cruz, o delegado Conrado foi quem conduziu as investigações e solicitou o mandado de busca que foi cumprido durante a manhã desta terça.

“Devido às várias CNHs que foram encontradas no endereço desse homem, temos a suspeita do crime de venda de CNHs onde ele estaria se passando por sobrinho de um policial civil aqui da cidade. Inclusive, uma destas carteiras que aprendemos possivelmente estaria em nome de um suposto comprador”, completou.

O delegado disse, ainda, que os materiais apreendidos serão periciados e as investigações continuam até que seja esclarecido o caso.

 

Compartilhe
Participe do nosso grupo no whatsapp!
Comentários
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Tapiraímg TV

Parceiros