Brasil

Covid-19: Cantor morre dois dias após perder esposa grávida para a doença; bebê não resistiu

Foto: Reprodução

Morreu na última sexta-feira (19), aos 34 anos, o cantor André Junio em decorrência da Covid-19. Ele estava internado em um hospital de Goiânia. Dois dias antes do falecimento, o artista perdeu a esposa grávida e o bebê que ela esperava. A mulher morreu também em decorrência de agravamento do novo coronavírus. Ela estava no sétimo mês de gestação e médicos tentaram salvar a criança, sem sucesso.

A confirmação da morte de André foi realizada por meio das redes sociais da Banda Leave, da qual ele era vocalista e comandava festas, casamentos e outros eventos. “Estamos sem chão! É com muito pesar que a BANDA LEAVE oficialmente comunica o falecimento do nosso vocalista, André Júnio (Juninho) em virtude da COVID”, diz um trecho da mensagem no Instagram.

O cantor não chegou a saber da morte da esposa e do filho do casal, que se chamaria Joaquim. Eles foram internados juntos em 8 de fevereiro, mas a mulher e o bebê tiveram mortes constatadas no dia 17. André, por sua vez, foi entubado no dia 18 e morreu ontem, dois dias após a família.

 

Morte da esposa

André era casado com a técnica em enfermagem Tammy Ferreira, 34. Ela contraiu Covid durante a gravidez e estava no sétimo mês de gestação. Com a morte da mulher, médicos realizaram uma cesárea na tentativa de salvar o bebê – no entanto, ele também não resistiu. Os dois foram sepultados no Maranhão, de onde a família de Tammy é natural.

O Coren-GO (Conselho Regional de Enfermagem) lamentou a morte da técnica por meio de uma postagem nas redes sociais. “Nossas condolências à família e amigos. A categoria está de luto pela perda desta profissional”, diz um trecho.

 

 

Compartilhe
Participe do nosso grupo no whatsapp!
Comentários
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Tapiraímg TV

Parceiros

>