Minas Gerais

Menina de 8 anos pede socorro ao alegar abuso sexual de pai e homem é espancado até a morte em MG

Foto: Reprodução

Um homem de 43 anos foi espancado até a morte, nesse domingo (21), após tentar estuprar a própria filha, de 8 anos, no meio da rua em Varginha, no Sul de Minas. Ao ser abusada, a garota começou a gritar por socorro e pessoas que passavam pelo local agrediram o autor fatalmente. O homem já estava sendo investigado por uma suposta importunação sexual contra uma menina de 14 anos, babá de suas filhas.

De acordo com a Polícia Militar, o homem havia saído da residência com a filha para comprar um lanche já nas primeiras horas da madrugada de domingo. Veículos de imprensa locais afirmam que o autor estava fazendo uso de bebida alcoólica. Em um determinado momento do trajeto, o pai levou a filha para um local atrás de um ônibus e começou as ofensivas sexuais: tentou beijar e passar a mão nas partes íntimas da criança.

A menina, então, passou a gritar e pessoas que passavam pelo local intervieram. O homem foi espancado até a morte. O Samu (Serviço de Atendimento Móvel) foi acionado, constatou diversos ferimentos no rosto e confirmou a morte, ainda no local, perto do ônibus.

Histórico

A menina afirmou às autoridades que já tinha sido vítima de abusos sexuais em outras oportunidades, inclusive com conjunção carnal. Outros detalhes, no entanto, não foram levantados. O mesmo homem, morto espancado, já estava sendo investigado por importunação sexual contra uma adolescente de 14 anos.

A garota tinha começado neste mês a trabalhar como babá na casa do homem. Segundo a denúncia, ela foi assediada sexualmente pelo homem. A denúncia foi formalizada na última quinta-feira (18) e as investigações ainda estavam em andamento quando o assassinato dele, ocorreu.

Autoria

A Polícia Militar conseguiu levantar informações sobre um jovem que teria participado ou mesmo cometido o assassinato. Os militares foram à residência do suspeito, mas ele não foi encontrado. O BHAZ entrou em contato com a Polícia Civil de Minas Gerais e foi informado que um inquérito foi instaurado, mas que, até o momento, não houve prisão.

“No dia do crime, a perícia técnica compareceu ao local e realizou os primeiros levantamentos”, disse a corporação em um dos trechos da nota (leia na íntegra abaixo). A ocorrência foi encerrada na Delegacia de Plantão de Varginha.

Compartilhe
Participe do nosso grupo no whatsapp!
Comentários
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Tapiraímg TV

Parceiros

>