Brasileirão

Cruzeiro cede empate ao Fluminense no Rio e perde chance de voltar ao G6 do Brasileiro

Com resultado fora de casa, Raposa encerra 15ª rodada na oitava posição

O Cruzeiro perdeu boa oportunidade de retornar ao G6 do Campeonato Brasileiro ao empatar com o Fluminense por 1 a 1, nesta quinta-feira, no estádio Giulite Coutinho, em Mesquita-RJ. O clube celeste até apresentou bom futebol em determinados momentos da partida, mas não manteve a constância necessária para sair vitorioso fora de casa. Sassá abriu o placar para a Raposa aos 35min da etapa inicial. Richarlison, cobrando pênalti, deixou tudo igual aos 41min.

 

Com o resultado no Rio de Janeiro, o Cruzeiro chega a 22 pontos e encerra a 15ª rodada em oitavo lugar. Já o Fluminense fica em nono, com 21.

 

No próximo domingo, às 16h, o time de Mano Menezes visitará o Avaí, na Ressacada. No mesmo horário, o Flu receberá o Corinthians, no Maracanã.

 

O jogo

 

Em time que está ganhando não se mexe, certo? Errado. Mano Menezes foi obrigado a modificar o Cruzeiro. Com desgaste muscular, Alisson ficou no banco de reservas. Quem entrou foi Lucas Silva. Assim, a equipe passou a atuar com três volantes, cuja proposta era cuidar da retaguarda para, posteriormente, explorar algum contragolpe.

 

Mas o Flu não exerceu pressão intensa sobre o Cruzeiro nos primeiros minutos. Até teve mais posse de bola na etapa inicial – 55% a 45% –, porém sem incomodar Fábio. A Raposa, por sua vez, soltou-se aos poucos. Em três chutes de longa distância – um de Henrique e dois de Thiago Neves –, obrigou Julio César a trabalhar.

 

Por fim, aos 35min, a jogada bem tramada resultou em gol. Diogo Barbosa lançou do campo de defesa, Elber desviou de cabeça e Thiago Neves dominou livre na ponta direita. Ao invadir a grande área, o camisa 30 tocou com a parte externa do pé esquerdo e encontrou Sassá na pequena área. O atacante completou para as redes e abriu o placar: 1 a 0.

 

A situação parecia tranquila para o Cruzeiro, que mostrava boa postura defensiva e atacava com qualidade. Contudo, um descuido de posicionamento permitiu ao Tricolor buscar o empate aos 41min. Wendel percebeu que Richarlison passava em velocidade nas costas de Lucas Romero e enfiou a bola em profundidade. O atacante do Flu ganhou a jogada e foi empurrado pelo argentino. Pênalti. O próprio Richarlison se encarregou da cobrança e deixou tudo igual: 1 a 1.

 

Na etapa complementar, o Cruzeiro esteve perto do segundo gol nos primeiros minutos. Aos 3min, Sassá não conseguiu alcançar o passe de cabeça de Lucas Silva, já dentro da pequena área. Aos 6min, Thiago Neves recebeu de Diogo Barbosa, driblou o marcador e finalizou na trave direita de Julio César.

 

Depois desses dois bons momentos da Raposa, o jogo caiu de produção. Mano Menezes precisou substituir Ariel Cabral e Sassá, que saíram sentindo dores, por Rafael Marques e Bryan. O treinador cruzeirense ainda acionou Raniel na vaga de Elber, mas as modificações pouco acrescentaram. Já o Fluminense teve a chance da vitória aos 36min. Lançado por Richarlison, Gustavo Scarpa apareceu cara a cara com Fábio, mas chutou para fora. Foi o último lance perigoso de um segundo tempo de pouquíssimas emoções no Giulite Coutinho. 

 

FLUMINENSE 1X1 CRUZEIRO

 

FLUMINENSE

Julio César; Lucas (Mateus Norton, aos 34min do 2ºT), Frazan, Henrique e Leo; Orejuela, Marlon Freitas, Wendel e Gustavo Scarpa; Richarlison e Pedro (Marcos Calazans, aos 25min do 2ºT)

Técnico: Abel Braga

 

CRUZEIRO

Fábio; Lucas Romero, Leo, Murilo e Diogo Barbosa; Henrique, Ariel Cabral (Rafael Marques, aos 15min do 2ºT), Hudson e Thiago Neves; Elber (Raniel, aos 31min do 2ºT) e Sassá (Bryan, aos 28min do 2ºT)

Técnico: Mano Menezes

 

Gols: Richarlison, aos 41min do 1ºT (FLU); Sassá, aos 35min do 1ºT (CRU)

Cartões amarelos: Richarlison, aos 34min do 1ºT. Marlon Freitas, aos 34s, Marcos Calazans, aos 38min do 2ºT (FLU); Lucas Romero, aos 39min 1ºT. Leo, aos 2min, Ezequiel (reserva), aos 37min do 2ºT (CRU)

Motivo: 15ª rodada do Campeonato Brasileiro

Local: Giulite Coutinho, em Mesquita (RJ)

Data: 20 de julho (quinta-feira)

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS/CBF)

Assistentes: Jose Eduardo Calza (RS/CBF) e Mauricio Coelho Silva Penna (RS/CBF)

Assistentes adicionais: Roger Goulart (RS/CBF) e Jonathan Benkenstein Pinheiro (RS/CBF)

Pagantes: 4.757

Presentes: 5.753

Renda: R$ 115.000,00

Comentários

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Tapiraímg TV