Um abalo sísmico de magnitude 4,1 foi registrado na manhã desta terça-feira (18) em Frutal, no Triângulo Mineiro. A informação foi confirmada pelo Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (veja vídeo acima).

O tremor foi seguido por outro na região, de magnitude 3,2, segundo a Rede Sismográfica Brasileira (RSBR). A diferença entre eles foi de 11 minutos. O primeiro tremor foi sentido pelo moradores às 10h08. O segundo, às 10h19.

Foram registrados só neste ano, 28 tremores de terra entre Frutal e Planura, sendo que o dessa terça, de 4,1, foi o de maior magnitude. Os dados são também são do observatório.

Dois tremores de terra são registrados em Frutal, MG — Foto: g1/Reprodução

Dois tremores de terra são registrados em Frutal, MG — Foto: g1/Reprodução

Continua após a publicidade

 

Segundo o geógrafo João Paulo Santos Maia, esses abalos ocorrem por conta de uma colisão entre placas, ou seja, há uma pressão entre as placas tectônicas Sul-Americana e a de Nazca com a cadeia MesoAtlântica, causando os eventos sísmicos.

O geógrafo falou ainda que o abalo sísmico de até 5,0 é considerado de baixa magnitude.

 

"Mas, para o Brasil, o valor de 4.1 pode ser considerado relavitamente raro, já que tremores assim não são comuns no país".

Moradores da região sentiram o abalo por pouco mais de 10 segundos, como demonstra o vídeo acima. Em comércios, é possível observar prateleiras se abalando e uma luz chega a estourar em uma casa.

Abaixo, relação de eventos significativos naturais informados pelo Observatório Sismológico da UnB.

Relação de eventos significativos naturais informados pelo Observatório — Foto: Observatório Sismológico da Universidade Federal de Brasília/Reprodução

Relação de eventos significativos naturais informados pelo Observatório — Foto: Observatório Sismológico da Universidade Federal de Brasília/Reprodução