Shania Twain encanta e faz histria na Arena da Festa do Pe縊 de Barretos

Por G 1 Publicada em 19/08/2018 灣 09:19:45
Foto: ノrico Andrade

Pode-se dizer que Shania Twain ganhou um presente antecipado do aniversário de 53 anos, na madrugada deste domingo (19), ao dar de cara com a Arena de Barretos em plena festa para recebê-la. “Estamos prontos, Brasil”, disse a cantora a um público enlouquecido após pisar no palco.

Antes dela, o cantor suíço Bastian Baker deu mostras de que a cantora canadense faria um show para marcar sua estreia no Brasil.

À meia-noite, Shania estava pronta para entrar. Chegou ao palco em um carro escoltado por seguranças em outros dois veículos. Nunca se ouviu a Arena do Parque do Peão cantar tão forte com um artista. A voz e o charme de Shania envolveram o público, e não houve forma de resistir. Ela triunfou no palco, demonstrou carinho com os fãs e protagonizou um espetáculo histórico. Se sentiu em casa.

A diva do country surgiu deslumbrante em um vestido prateado com transparência, fendas profundas, todo brilhante, e com chapéu seguindo o estilo. Foi ovacionada. Abriu com “Life's About To Get Good”, do álbum Now, que marcou seu retorno aos palcos. O disco, bem recebido pela crítica internacional, é o fim de um hiato nos estúdios que durou 15 anos.

Fez a Arena cantar a plenos pulmões com “Come on Over”, música que dá nome ao seu disco de maior sucesso e que a tornou conhecida em todo o mundo. Deu a ela quatro Grammy e o topo das mais importantes paradas musicais.

“Obrigada. Boa noite! Muito obrigada pela presença!”, disse e aplaudiu o próprio público.

Com a levada rock country de “Up!”, de 2002, ela fez a Arena tremer. Percorreu as escadas montadas no fundo do palco e tirou o chapéu para agradecer a empolgação dos fãs.

Sorriu e piscou para fãs na primeira fila, com cartazes de pedidos para estar com ela. Admiradores na área VIP da Arena estavam em êxtase com a presença dela.

Com “Poor Me”, de Now, composta por ela, mostrou delicadeza em uma letra que, em alguns trechos, lembra o drama vivido após o fim do casamento com o produtor Mutt Lange.

Os violinos deram o tom das dançantes “Don't Be Stupid (You Know I Love You)” e “That Don't Impress Me Much”, de novo retornando a “Come on Over”. As estampas de leopardo que estão no clipe de 1997, visitaram o set.

“From This Moment On” fez a Arena vir abaixo. A balada romântica, sucesso no fim dos anos 1990, encantou os fãs, que iluminaram a cena com luzes dos celulares. Como não lembrar do rosto de Shania entre lenços no clipe da canção, gravada em 1998?

A baterista de Shania ditou o ritmo do beija-beija na Arena, mostrado nos telões do palco, enquanto Shania fez a primeira troca de figurino da noite. Fez um "bate cabelo" e soltou o braço na bateria, conquistando os fãs com uma pegada rock'n'roll. Voltou ainda mais animada em um look preto com botas vermelhas de salto alto. Com “Any Man of Mine” e “Honey, I’m Home”, Shania fez a Arena sentir o que é o verdadeiro country americano.

Retornou a canções de Now e apresentou “I’m Alright”. Ao violão, pediu aos fãs, em português, que cantassem com ela outro mega-hit “You're Still the One”. Teve ainda “I'm Gonna Getcha Good!” para fazer a Arena pulsar.

No meio do show, Shania recebeu um grupo de fãs. Em meio a várias declarações de amor, gratidão pela continuidade da carreira, e entusiasmo pela passagem dela por Barretos, um fã surpreendeu a todos e pediu o namorado em casamento no palco. O sim teve direito a beijo na boca e selfie com a cantora.

Fãs sobem ao palco, fazem pedido de casamento e tiram selfie com a cantora Shania Twain, em Barretos (Foto: Ricardo Nasi/G1)

 

Shania ainda recebeu de volta Bastian Baker, para formar par com ela em “Party for Two”. Ela reservou o grande hit da carreira para o fim do show. Após fazer a terceira troca de roupas – um ousado vestido preto curto, botas longas de salto alto, luvas – fez a Arena delirar ao som de “Man! I Feel Like a Woman!”.

Uma hora e quarenta minutos após o início da apresentação, uma chuva de papel picado foi lançada sobre o público em “Rock This Country”, na despedida de Shania Twain da Arena de Barretos. Vai deixar saudade.