Crueldade

Adolescentes matam jovem com facadas no peito e incendeiam corpo na zona rural de Arcos

Foto: Polícia Militar/Divulgação

Dois adolescentes de 16 e 17 anos, foram apreendidos na manhã desta quarta-feira 5, depois que os militares da cidade de Arcos, receberam informações sobre um jovem, que estava desaparecido, ele havia sido executado pelos adolescentes em um acerto de contas por causa de drogas. Os restos mortais de João Paulo da Silva, de 31 anos, foram encontrados no início da tarde de hoje, nas proximidades da ‘Usina Velha’, zona rural do município de Arcos.

De acordo com os responsáveis pelo homicídio, João Paulo foi convencido a acompanhá-los até uma casa no Bairro Brasília, onde os adolescentes lhe forneceram drogas até que ficasse desacordado. Em seguida, o agrediram com pauladas, o amordaçaram e o amarraram, seguido com ele até a zona rural, estrada que leva à usina velha, desferindo nele duas facadas no peito e ateando fogo no seu corpo para dificultar a identificação.

Inicialmente, os adolescentes tentam enganar os militares, alegando que a vítima tinha sido levada para Campo Belo e morta por traficantes de lá. Entretanto, entraram em contradição várias vezes e decidiram colaborar, levando a polícia até o local, possibilitando a elucidação do caso, um homicídio com muitos requintes de crueldade.

A perícia técnica foi acionada e após os trabalhos, os restos mortais foram liberados para o serviço funerário.

João Paulo da Silva era mecânico e pai de dois filhos.

Comentários

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Tapiraímg TV