Protesto

Cadeiras de rodas tomam vagas de carros em protesto por respeito ao deficiente físico

Foto: Reprodução

Motoristas que tentaram estacionar os veículos na rua da principal praça de Alfenas, no Sul de Minas, na última segunda-feira (3), encontraram dificuldade devido a um protesto inusitado pela conscietização e respeito ao deficiente físico. Uma ação da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) espalhou cadeiras de rodas nas vagas destinadas aos carros.

Durante cerca de três horas, 20 cadeiras ocuparam o espaço do estacionamento rotativo Zona Azul, na praça Getúlio Vargas. O protesto foi no Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, data criada pela Organização das Nações Unidas, em 1992, com a proposta de estimular reflexões sobre os direitos das pessoas com deficiência e conscientizar a sociedade sobre a importância da igualdade e inclusão para todos os cidadãos.

E parece que a iniciativa surtiu o efeito esperado. “A ideia era impactar a população que não respeita as vagas reservadas para os cadeirantes e teve uma ótima aceitação. Ninguém reclamou, as pessoas elogiaram e aplaudiram a iniciativa”, conta orgulhosa a Nadir Luiza Alves, diretora da instituição.

Nadir, que tem uma filha de 43 anos com paralisia cerebral, sente na pele o problema. Por isso, teve a ideia juntamente com as outras mães de organizar o protesto. “Nós tivemos o apoio da Guarda Municipal e da coordenação do rotativo. A gente não pretendia tumultuar o trânsito e, quando a gente viu que o tráfego de veículos aumentou, nós retiramos as cadeiras”.

Estacionar em vaga para deficiente é considerada infração leve e o motorista perde 3 pontos na carteira e a multa é de R$181,00. 

Comentários

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Tapiraímg TV