Estupro

Mulher dá à luz após 14 anos em coma e polícia investiga estupro em clínica

Foto: Reprodução

O nascimento de um bebê intriga a polícia de Phoenix, no Arizona, nos Estados Unidos. A mãe da criança deu à luz no mês passado, mas o curioso é que a mulher está internada em uma casa de repouso, em estado vegetativo, há mais de uma década. Os funcionários alegaram que não perceberam a gravidez, somente no momento do parto.

A polícia apura o caso como um possível abuso sexual. Um porta-voz do Departamento de Serviços de Saúde do Arizona disse que a agência enviou inspetores para a casa de repouso para apurar o ocorrido.

Segundo o jornal americano CBS, a clínica Hacienda Healthcare afirmou na sexta-feira (4) que está completamente comprometida em esclarecer o caso. A empresa disse ainda que iniciou uma revisão interna nos protocolos de segurança dos pacientes.

De acordo com os funcionários, a paciente precisava de atendimento 24 horas por dia e, por conta disso, muitas pessoas tinham acesso ao quarto. A casa de repouso atende mais de 70 pacientes.

A casa já respondeu por outros problemas no passado. Em 2001, um funcionário foi demitido por maltratar pacientes e fazer comentários sexuais explícitos direcionados a eles. No ano passado, um paciente reclamou com as autoridades locais por conta da falta de privacidade na clínica.

Comentários

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Tapiraímg TV