Operação Policial

Polícia Rodoviária lança operação Semana Santa nas estradas da região

Foto: Polícia Rodoviária/Divulgação

A Polícia Rodoviária de Formiga realizará, de 00h desta quinta-feira (18)às 23h59 de domingo (21), a “Operação Semana Santa” nos 444 quilômetros de da malha viária que está sob a responsabilidade da corporação que abrange 11 cidades.

Serão empregados, diuturnamente, policiais rodoviários nos principais pontos das oito rodovias sob responsabilidade da PRE de Formiga sendo: BR-354, MG-050, MG-170, MG -164, MG-439, LMG827, LMG-830 e LMG-893, que cortam os municípios de Pimenta, Pains, Córrego Fundo, Formiga, Arcos, Iguatama, Bambuí, Medeiros, Pedra do Indaiá, Itapecerica e Camacho.

Haverá ainda, o apoio de policiais rodoviários de Divinópolis, Bom Despacho e do Grupo Tático Rodoviário de BH, que atuarão nas rodovias de maior fluxo de veículos durante o período.

O objetivo é garantir uma viagem segura por parte dos usuários das rodovias.

Durante os quatro dias de operação, a PRE de Formiga contará com atividades para conter os acidentes relacionados ao excesso de velocidade, utilizando-se do radar móvel, para combate o excesso de velocidade, utilizando-se de bafômetros para combater a embriaguez ao volante, contando com um bafômetro em cada viatura policial, fiscalização do uso do cinto de segurança, cadeirinhas e às ultrapassagens indevidas que são a maior causa de colisão frontal e, consequentemente, de mortes lembrando que, o uso do farol baixo durante o dia nas rodovias é obrigado há mais de dois anos e, de acordo com estudos, diminui em até 40% o número deste tipo de acidente. Deixar de acender o farol baixo nas rodovias é considerado infração média, com 4 pontos na carteira de habilitação e multa de R$ 130,16.

Valor das multas

Ultrapassagem em Faixa Contínua Amarela (R$ 1.467,35); forçar ultrapassagem entre veículos (R$ 2.934,70); não usar cinto de segurança (R$ 195,23); Falta de C.N.H (R$ 880,41).

De acordo com a Polícia, conduzir veículo embriagado gera multa de R$ 2.934,70, apreensão da CNH, perda de pontos na carteira, processo criminal na Justiça e pode levar o condutor para a prisão.

Comentários

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Tapiraímg TV