Absurdo

Pai mata filha bebê por não aceitar ela ter nascido menina

Foto: Reprodução

Um homem de 23 anos foi preso após espancar a filha Debora Maria Sales da Silva, de apenas cindo meses, até a morte, em São Lourenço da Mata (PE). De acordo com o que a mãe da vítima informou ao Conselho Tutelar, a motivação do crime seria pelo fato do pai não aceitar a criança ter nascido menina.

Augusto Silva da Cruz, de 23 anos, foi preso em flagrante nessa sexta-feira (17). De acordo com a Polícia Civil, ele foi autuado por homicídio e, após audiência de custódia, teve a prisão preventiva decretada.

A criança foi espancada dentro de casa e deu entrada no Hospital Petronila Campos, com diversos hematomas e lesões na cabeça. Ela chegou a ser transferida para outro hospital, com melhor estrutura, mas segundo a unidade, ela chegou já sem vida ao local.

“Agora não se pode nem nascer mulher. Por causa desse discurso de ódio, as pessoas acham que podem resolver tudo batendo, espancando e matando. É chocante”, disse a mãe da vítima ao G1.

O corpo da criança ainda estava no Instituto de Medicina Legal (IML), na manhã desta segunda-feira (20), a espera de um parente para liberação. Em choque, a mãe da criança foi para a casa de parentes no interior.

De acordo com relatos passados para a Secretaria de Assistência Social de São Lourenço da Mata, a população incendiou a casa da família e a mãe não retornou mais ao local.

Segundo a Delegacia de Polícia da Criança e do Adolescente (DPCA), não foi a primeira vez que a criança sofreu maus-tratos por parte do pai. Há três meses, foi registrada uma denúncia relacionada a agressões à recém-nascida.

Comentários

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Tapiraímg TV