Absurdo

Idosa em situação de abandono tem metade do pé comido por cão em MG

Foto: Reprodução

Uma idosa de 69 anos, que vivia em situação de abandono, foi resgatada pelo Corpo de Bombeiros, no início da noite desta terça-feira (20), em um imóvel no bairro Calafate, na região Oeste de Belo Horizonte, após ter metade de um de seus pés comido por um cão. 

Segundo a corporação, eles foram acionados até a rua Platina, por volta das 18h. A vítima, que vivia em meio a muito lixo e alguns cães, tinha algumas feridas nas pernas e acabou tendo parte do membro comido por um dos animais. 

O cachorro precisou ser contido pelos militares e acabou recolhido. A Polícia Militar (PM) foi acionada para verificar os maus-tratos à idosa, identificada como Regina Helena Vieira Cordeiro. Ela foi conduzida pelos bombeiros ao Hospital de Pronto-Socorro (HPS) João XXIII. 

A corporação não soube precisar quem seriam os responsáveis pela idosa e a PM ainda faz o registro da ocorrência. O abandono será investigado pela polícia. 

Familiares podem ser presos

Se o abandono da idosa for comprovado, todos os filhos da vítima poderão responder criminalmente e, até mesmo, serem presos. Segundo o advogado criminalista Vítor Lanna, o artigo 98 do Estatuto do Idoso prevê uma pena de detenção de seis meses a 3 anos para o caso de abandono de idosos. Além disso, o abandono de incapaz, crime previsto no Código Penal, traz ainda uma pena de reclusão de 1 a 5 anos caso o abandono resulte em lesão corporal de natureza grave. 

"A Constituição estabelece que os pais devem garantir a subsistência dos filhos, bem como os filhos devem garantir a dos pais na velhice. Não havendo um curador, uma pessoa legalmente responsável se o idoso for incapaz, todos os filhos poderão responder pelo abandono", completou o especialista. 

Comentários

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Tapiraímg TV