Feminicídio

Estudante que defenderia TCC sobre feminicídio é morta a tiros por ex-namorado

Foto: Reprodução

A estudante Elitânia de Souza da Hora de 25 anos foi morta a tiros na noite dessa quarta-feira (27) na cidade de Cachoeira (BA). O ex-namorado da vítima é o principal suspeito do crime e está foragido. A jovem defenderia, no fim do ano, seu TCC para a conclusão do curso de Serviço Social, com o tema feminicídio. A UFRB lamentou o caso e decretou luto de três dias. O crime está sob investigação da Delegacia de Cachoeira.

Segundo o jornal Correio, a PM (Polícia Militar) informou que, por volta das 22h40, os militares foram acionados em relação a um homicídio com disparos de arma de fogo na rua do Fogo, no Centro, perto da universidade.

“A guarnição da 27ª CIPM foi ao local e recebeu a informação que a vítima foi socorrida por prepostos da Polícia Civil para o hospital local, onde não resistiu aos ferimentos”, disse a polícia.

A estudante foi baleada logo após terminar as aulas na universidade e estava acompanhada de uma amiga, que não se feriu. O suspeito se aproximou da vítima, atirou e fugiu. A jovem chegou a ser socorrida e levada ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Elitânia estava no 7º período de Serviço Social da UFRB (Universidade Federal do Recôncavo da Bahia). Logo após o crime, a instituição decretou luto de três dias e suspendeu as aulas dessa quinta-feira (28) no Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL), local onde a vítima estudava.

Por nota (leia abaixo na íntegra), a instituição manifestou “profundo pesar pelo falecimento da estudante” e ainda afirmou que “as terríveis circunstâncias do crime contra Elitânia causam tristeza e indignação de toda a comunidade acadêmica”.

Nota da UFRB

“A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), por meio da Reitoria e da direção do Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL), manifesta o seu profundo pesar pelo falecimento da estudante Elitânia de Souza da Hora, do sétimo semestre do curso de Serviço Social, na noite desta quarta-feira, dia 27 de novembro.

As terríveis circunstâncias do crime contra Elitânia causam tristeza e indignação de toda a comunidade acadêmica. A UFRB deposita sua confiança nas autoridades para que a justiça seja feita.

O Vice-Reitor, no exercício da Reitoria, declara luto oficial de três dias na UFRB e a suspensão das aulas no Centro de Artes, Humanidades e Letras na data de hoje.

A Universidade está em contato com a família para prestar a devida assistência.

Ao registrarmos nossas condolências, manifestamos apoio e solidariedade aos amigos e familiares e a toda comunidade acadêmica”.

Comentários

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Tapiraímg TV