Minas Gerais

MP quer proibir carreatas e prender líderes de movimentos em Minas

Foto: Reprodução

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) expediu nessa segunda-feira (30) uma recomendação à Polícia Militar (PM) e aos municípios de Caeté, Taquaraçu de Minas e Nova União para que sejam proibidas carreatas e outras manifestações durante o período de pandemia de coronavírus.

O MP também pediu para que esses municípios suspendam o funcionamento das atividades não essenciais.

Carreatas e manifestações

Sobre as manifestações e carreatas, a deliberação estadual veda expressamente eventos, de qualquer natureza, com mais de 30 pessoas. A recomendação do MPMG é para que os líderes e organizadores de manifestações e carreatas sejam identificados pela Polícia Militar.

Se o evento propiciar o contágio ou descumprir as normas sanitárias, eles responderão criminalmente. Se as manifestações e carreatas configurarem delitos, os militares podem apreender os objetos que tiverem relação como fato, inclusive veículos.

E os supermercados?

Quanto aos supermercados, a orientação é que os municípios definam o funcionamento das atividades para evitar aglomerações e para que seja controlado o número de pessoas em cada estabelecimento.

Os municípios foram orientados a suspenderem promoções, saldões e ofertas. Nesse caso, a PMMG poderá registrar o fato para que os responsáveis fiquem sujeitos às sanções criminais.

Compartilhe
Tags:
Participe do nosso grupo no whatsapp!
Comentários
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Tapiraímg TV

Parceiros