Minas Gerais

Governo de Minas faz balanço da violência em 2017, e comandante da PM desabafa sobre leis

Foto: Reprodução

O governo de Minas apresentou na manhã desta sexta-feira as estatísticas da violência no estado no primeiro semestre deste ano. Em relação ao mesmo período de 2016, houve queda em dez de 12 crimes analisados e aumento nos casos de estupro de vulnerável e tentativa de estupro de vulnerável:

Questionadas sobre a grande incidência de explosões de caixas eletrônicos em Minas nos últimos meses, as principais autoridades de segurança admitiram que a violência nesse tipo de crime aumentou, mas ponderaram que o número de casos diminuiu.

Diante da ação cada vez mais ousada de bandidos em cidades pequenas, o comandante-geral da Polícia Militar (PM), coronel Helbert Figueiró, anunciou que haverá aumento do contingente de policiais no interior.

"Em setembro divulgaremos uma nova previsão de efetivo para todos os municípios. Talvez esse baixo efetivo tenha levado os criminosos a enxergar as pequenas cidades como uma oportunidade para a prática de delito."

O comandante criticou a atual legislação penal brasileira e disse que é preciso restaurá-la para inviabilizar a prática repetida de crimes pela mesma pessoa. "Em 2016, mais de 15 mil marginais foram presos mais de uma vez. Se esse camarada ficasse na cadeia, quantos crimes a gente evitaria?", perguntou.

Compartilhe
Tags:
Participe do nosso grupo no whatsapp!
Comentários
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Tapiraímg TV

Parceiros

>