Minas Gerais

Filho de 19 anos mata o próprio pai com chutes na cabeça no interior de MG

Foto: Reprodução

Valmir de Souza Parreira, de 54 anos, não resistiu às agressões cometidas contra ele por seu próprio filho – um jovem de 19 anos – e morreu na noite desse domingo (12), poucas horas após ser internado com traumatismo craniano na Santa Casa de Montes Claros, na região Norte de Minas Gerais.

Depois de atacar o pai com inúmeros chutes na cabeça, no quintal da residência onde os dois moravam em Manga, na mesma região do Estado, o suspeito não fugiu e sequer ofereceu socorro ao homem.

A Polícia Militar, assim, o prendeu em flagrante logo após as agressões e, nesta segunda-feira (13), ele foi transferido para o presídio da cidade. 

Gritos e socorro

Uma ligação anônima feita para a Polícia Militar garantiu socorro prévio ao homem de 54 anos. Quando os agentes chegaram à casa dele, o encontraram caído, desacordado e com um grande sangramento no rosto.

Nos fundos da residência, estava o filho do homem, um adolescente de 19 anos que, segundo registro, já possui inúmeras passagens pela polícia, além de denúncias contra ele por tráfico de drogas.

Questionado sobre o que teria acontecido com o pai, o jovem relatou que o homem teria ingerido bebida alcoólica e, na manhã do domingo (12), arremessado uma ferramenta – conhecida como "picareta" – em sua direção. Em seguida, o adolescente teria então começado a agredir o pai com chutes.

Quem encontrou o corpo do homem foi o próprio tio do adolescente que, depois das agressões, viu o sobrinho escondendo algo no banheiro. Após varredura, os policiais encontraram uma caixa de cigarros com 13 pedras de crack escondidas. 

À polícia, moradores da região contaram que as brigas entre pai e filho são muito comuns e que o adolescente tem costume de agredir o próprio pai. Na manhã do crime, os vizinhos escutaram gritos e xingamentos. 

Não resistiu aos ferimentos

Os militares conseguiram socorrer o pai do jovem ainda com vida. Levado ao hospital de pronto-socorro de Manga, o homem precisou ser transferido de helicóptero para a Santa Casa de Montes Claros, onde receberia cuidados mais apurados no tratamento de seu traumatismo craniano grave.

No entanto, na noite desse domingo (12), ele não resistiu aos ferimentos e morreu. 

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito foi preso em flagrante e seguirá nas próximas horas para o Presídio de Manga. O inquérito foi instaurado ainda no fim de semana.

A tipificação do crime será alterada de "tentativa de homicídio" para "homicídio" – após ser constatado o óbito do homem de 54 anos –. 

Compartilhe
Tags:
Participe do nosso grupo no whatsapp!
Comentários
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Tapiraímg TV

Parceiros